Prefeitura Municipal de São José de Ribamar

Você sabia?
São José de Ribamar, 21 de maio de 2018
Imprimir Email

Administração Pública

Prefeitura desapropria área e anuncia a criação de assentamento urbano

por ASCOM/SJR

08/05/2018 17:20

prefeito residencial olimpico assentamento urbano

Prefeito Luis Fernando lê cartaz de agradecimento - Foto: Osvaldo Ceara

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, realizou na última sexta-feira (04) ato administrativo de instauração de projeto de assentamento urbano de interesse social no Residencial Olímpico, onde 120 famílias já ocupam a área há cerca de cinco anos. A ação, que incluiu decreto de desapropriação, é resultante do processo de regularização fundiária que vem sendo desenvolvido pela prefeitura ribamarense.

Luis Fernando lembrou que o processo para regularização da área do Residencial Olímpico, denominada Terra Prometida, estava sendo realizada desde o início de sua gestão em 2017, e apesar de complexo, firmou o compromisso de encontrar solução definitiva para as famílias.

"Determinei ao secretário Daniel que estudasse a causa para que chegássemos a uma solução definitiva e chegamos. Agora, estamos vivendo um momento muito importante. Junto com toda nossa equipe, estamos devolvendo a dignidade às famílias aqui presentes. Saibam que a partir de hoje vocês vão dormir sem o medo de no dia seguinte terem suas propriedades demolidas", garantiu o prefeito.

O secretário de Regularização Fundiária, Daniel Souza, destacou que a coragem, determinação e sensibilidade do prefeito, foram essenciais na condução do complexo litígio. "É uma grande alegria vivenciar esse momento, que se torna único no processo de reconstrução do município, conduzido pelo prefeito, que não tem medido esforços para enfrentar e encontrar soluções para situações tão complexas, porém, urgentes, como a regularização fundiária", comentou.

Emocionada, uma das líderes do residencial, Irmã Josiane, falou da alegria, gratidão e alívio com a desapropriação e com a futura instalação do assentamento.  

"Foram anos de lutas, baixas e sofrimentos. Começamos a construir as nossas casas e tudo foi destruído. Hoje chegou o que estávamos esperando há muito tempo: a garantia do nosso pedaço de chão. E chegou por meio do prefeito Luis Fernando, que agiu com respeito e sensibilidade na resolução rápida do nosso problema", pontuou.

O pastor Ulisses, também líder comunitário, que teve que desocupar a moradia onde vivia com a família, disse que agora todos estão vendo um futuro diferente e promissor. "Tudo estava acabado. Estávamos sem nada. Tudo que havia sobrado era a esperança. Fomos atrás dela e fomos acolhidos pelo prefeito Luis Fernando e hoje vamos reconstruir nossas casas, nossos sonhos", comemorou.

Por meio da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária e do Patrimônio Público de São José de Ribamar, a prefeitura já iniciou a atualização e análise do cadastro já existente das famílias moradoras do residencial, bem como os estudos urbanísticos do assentamento.



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página